Especialistas falam da importância do evento e de como se preparar

A chance de realizar um curso superior gratuitamente na USCS (Universidade Municipal de São Caetano). Esse é o grande prêmio para quem vencer a 14ª edição do Desafio de Redação, concurso promovido pelo Diário e cujas inscrições já estão abertas. Mas, além disso, é oportunidade de o aluno angariar bagagem.

De acordo com o professor Joaquim Celso Freire, coordenador das ações de comunicação, cultura e extensão da USCS, “quando você participa de um evento como este, você forçosamente estuda mais o tema e adquire conhecimento, e esse conhecimento é um patrimônio dos mais importantes da nossa vida”.

Diferentemente das edições anteriores, desta vez o Desafio de Redação será realizado por meio de plataforma digital, por causa do novo coronavírus. O tema escolhido para este ano é As Lições da Pandemia para a Construção de um Futuro Melhor. Para o coordenador, além de o participante poder aprofundar seu conhecimento sobre o tema, sobre o vírus e sobre a humanidade, “é a chance de desenvolver habilidades da escrita e da língua portuguesa”.

Segundo Luciano Domingos da Cruz, professor do curso de jornalismo da USCS, o passo fundamental para escrever bem é ler. “Encontre o assunto que desperte seu interesse e leia, leia e leia. Incorpore este hábito. Quanto mais a gente lê, maior se torna nosso repertório e isso reflete no texto quase que de forma inconsciente”, explica.

O professor diz que, na hora de redigir a redação o participante deve se atentar às questões ortográficas, que sempre devem merecer atenção. “Um texto bem pontuado, com palavras escritas corretamente, atenderá a um importante critério de avaliação. Além disso, há a questão da harmonia entre os parágrafos: um bom texto deve ser construído como uma caixa de lenços de papel: cada parágrafo puxa outro, deixando um gancho e complementando-o, resultando, no conjunto, em uma ideia com começo, meio e fim”, diz

Podem participar alunos de escolas públicas e particulares do Grande ABC, do 6º ano do ensino fundamental ao 3º ano do ensino médio, além dos matriculados na EJA (Educação de Jovens e Adultos) e telessalas. Eles serão divididos em quatro categorias, de acordo com a série que estão cursando. Professores podem enviar textos para concurso paralelo. Quem participar concorrerá com outros docentes e o melhor texto leva um notebook.

As inscrições podem ser feitas até 31 de julho por meio do hot-site dgabc.com.br/desafioredacao. O vencedor será revelado no dia 15 de setembro.

O concurso é uma realização do Diário e USCS, patrocínio do Cemitério Vale dos Pinheirais e apoio institucional do Saesa (Sistema de Água, Esgoto e Saneamento Ambiental).