Desafio de Redação tem datas alteradas

Quem planeja participar do Desafio de Redação, concurso literário promovido pelo Diário, que chega à 14ª edição, conta com novidades. Com o intuito de facilitar o acesso de estudantes, foram estendidos prazos para inscrição e também para entrega do texto, além de ter sido criada nova forma de envio do material.

O prazo inicial era dia 31 de julho e agora os participantes podem fazer tanto o cadastro quanto entrega da redação até 30 de setembro. As inscrições devem ser realizadas por meio do hot-site www.dgabc.com.br/desafioredacao – basta apontar a câmera do celular para o <CF51>QR Code</CF> ao lado para ser direcionado à página do concurso. 

“Acreditamos que a ampliação do prazo de inscrição é medida importante para dar aos alunos maior chance de participarem do concurso, que envolve a comunidade escolar na discussão de tema relevante. As políticas de combate à pandemia do novo coronavírus impuseram dificuldades extras ao trabalho de divulgação do Desafio de Redação nas centenas de escolas existentes no Grande ABC, tornando necessária a prorrogação do período de produção dos textos em dois meses”, explicou Evaldo Novelini, diretor de Redação do Diário.

A data do anúncio do vencedor, antes marcada para 15 de setembro, também sofreu alteração e agora será em 16 de novembro, com transmissão ao vivo pela DGABC TV, que pode ser acessada pelo site do jornal (www.dgabc.com.br). O resultado será publicado no dia seguinte na edição impressa do Diário, além de disponibilizado também no site do jornal.

Ainda pensando em promover conforto aos estudantes, agora os professores podem realizar o cadastro dos alunos e enviar os textos. Segundo Novelini, a ideia é facilitar aos que podem não ter pacote de dados da internet para acessar o hot-site do Desafio para redigir e enviar o material.

O tema escolhido para este ano é As Lições da Pandemia para a Construção de um Futuro Melhor. O texto escolhido ganha uma bolsa de estudos na USCS (Universidade Municipal de São Caetano). 

Para Joaquim Celso Freire, professor e coordenador das ações de comunicação, cultura e extensão da USCS, o assunto escolhido para ser abordado no concurso é propício para o momento. “É relevante pegar um tema importante do cotidiano e debater na escola, com a família”, elogia.

Podem participar do Desafio de Redação alunos de escolas públicas e particulares do Grande ABC, do 6º ano do ensino fundamental ao 3º ano do ensino médio, além dos matriculados na EJA (Educação de Jovens e Adultos) e telessalas. Além da bolsa de estudo para o melhor texto do concurso, donos de outras boas redações levarão para casa aparelhos eletrônicos como notebooks, TVs e tablets.

Professores também podem mandar seus textos. Quem participar concorrerá com outros docentes e a melhor redação leva como premiação um notebook. 

O concurso é uma realização do Diário e da USCS, tem patrocínio do Cemitério Vale dos Pinheirais e apoio institucional do Saesa (Sistema de Água, Esgoto e Saneamento Ambiental).