Desafio de Redação motiva aluna da região

Estudante do 9º ano do ensino fundamental na Emef Ângelo Raphael Pellegrino, em São Caetano, Ana Beatriz Lopes Coelho, 14 anos, adora escrever. Basta alguém sugerir um assunto que ela deixa suas ideias se desenvolverem. Por isso, assim que soube do Desafio de Redação, concurso literário promovido pelo Diário e pela USCS (Universidade Municipal de São Caetano), tratou de participar.

Será sua estreia no concurso, que está na 14ª edição e dará ao melhor texto bolsa integral na USCS, entre outras premiações. Ana Beatriz aproveitou o tema As Lições da Pandemia Para a Construção de um Futuro Melhor para discutir pontos que acha importante.

Ela leva a quarentena a sério. Tanto que, apesar da saudade, revela que só fala com os avós de forma virtual, já que eles são parte do grupo de risco. “Tenho saudade dos amigos também, do ambiente escolar”, diz. E de certa forma a estudante usou isso na redação que preparou. “Achei a escolha do assunto muito válida, pois há pessoas que ainda não dão importância ao distanciamento. E discutir isso conscientiza as pessoas”, comenta. “Aproveitei para falar sobre a importância de um abraço e sobre as pessoas, muitas vezes, não darem valor aos que são queridos”, explica.

Ana Beatriz conta que o tema do concurso foi discutido nas aulas logo que uma de suas professoras lançou a sugestão de participar do Desafio de Redação na plataforma onde as aulas acontecem virtualmente. “Depois falamos sobre afeto, sobre cuidados e distanciamento. É o assunto atual”, afirma.
Mãe de Ana Beatriz, Daniela Cristina Coelho, 37, está orgulhosa. “Ver minha filha envolvida na leitura e na escrita me dá orgulho. Ela gosta de estudar, se esforça e a gente ajuda”, comentou.

Além do prazer em participar do Desafio, já que adora escrever, Ana Beatriz conta que espera poder ganhar uma das premiações, que é o notebook. “Aqui em casa dividimos o aparelho e seria ótimo ter mais um”, diz. E já pensa adiante. “Quando estiver completando o ensino médio, vou usar o Desafio para tentar uma bolsa na universidade”.

As inscrições para o Desafio de Redação podem ser feitas até dia 30 por meio do hot-site www.dgabc.com.br/desafioredacao – basta apontar a câmera do celular para o QR Code para ser direcionado para a página de inscrição.

Quem tiver dúvidas sobre inscrições e envio do texto pode entrar em contato com a organização do evento pelo telefone 4435-8133, de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h. Estudantes também podem pedir aos professores para que realizem o cadastro e o envio das redações.

Podem participar do Desafio de Redação alunos de escolas públicas e particulares do Grande ABC, do 6º ano do ensino fundamental ao 3º ano do ensino médio, além dos matriculados na EJA (Educação de Jovens e Adultos) e telessalas.

Além da bolsa de estudo para o melhor texto do concurso, donos de outras boas redações levarão para casa aparelhos eletrônicos como notebooks, TVs e tablets. A melhor torcida dos colégios participantes leva premiação de R$ 3.000. Professores também podem mandar seus textos. Quem participar concorrerá com outros docentes e a melhor redação ganha como premiação um notebook.

O vencedor será anunciado dia 16 de novembro, em transmissão ao vivo pela DGABC TV, que pode ser acessada pelo site do jornal (www.dgabc.com.br).
O concurso é uma realização do Diário e da USCS, e tem patrocínio do Cemitério Vale dos Pinheirais.