Caminhão atrai atenção em escola de Rio Grande

O caminhão com internet e computadores que dá apoio a 15º edição do Desafio de Redação entrou na reta final do percurso e fez sua quarta parada, ontem, na EE (Escola Estadual) Edmundo Luiz de Nóbrega Teixeira, em Rio Grande da Serra. O veículo, cedido pela Mercedes-Benz do Brasil, tem como objetivo facilitar o acesso dos alunos ao concurso literário, já que permite a elaboração do texto e o envio imediato da inscrição. Até ontem, 360 estudantes usaram a estrutura para enviar suas redações.

Neste ano, os participantes do concurso vão escrever sobre o tema A Ciência Como Luz na Escuridão. O autor da melhor redação entre alunos do 3º ano do ensino médio será premiado com bolsa de estudos na USCS (Universidade Municipal de São Caetano). Inscritos em outras categorias concorrem a notebooks, tablets e televisores. Moradores do Grande ABC que já concluíram a graduação em qualquer instituição disputam um curso de pós-graduação na USCS. A participação em todas as categoria é gratuita.

Por conta da pandemia, o Desafio de Redação tem sido realizado de forma on-line desde o ano passado. A ideia de levar o caminhão para a porta das escolas surgiu para incluir estudantes que não têm acesso a internet ou computador. Hoje será a vez da EE Dr. Celso Gama, na Vila Assunção, em Santo André, receber o caminhão – veja a agenda na arte abaixo. Os organizadores reafirmam o compromisso com todas as medidas de segurança, como distanciamento físico e uso de álcool gel.

Para o diretor da EE Edmundo Luiz de Nóbrega Teixeira, Pedro Campos, a iniciativa é importante para que a maior parte dos alunos participe do Desafio, mas a ida do caminhão também é interessante para tirar os alunos do habitual. “A gente teve uma participação boa dos alunos, quase todos se interessaram, do 6º ano ao EJA (Educação de Jovens e Adultos). Um dos motivos foi a novidade, já que produzir a redação em um meio informatizado foge da rotina. Isso dá a oportunidade de mexer em recursos novos e chamou a atenção”, disse.

Além da premiação, o ambiente novo motivou o aluno Kaue Arthur, 17 anos. “Gosto de fazer redação, adoro escrever. A bolsa de estudos na USCS é um incentivo, porém, ter a oportunidade de fazer o texto no caminhão é diferente. Até tenho os recursos em casa, mas não é sempre que temos uma chance dessa, então não pode passar”, contou.

Além do caminhão, os candidatos podem se inscrever até quinta-feira no hot-sitewww.dgabc.com.br/desafioderedacao – basta apontar a câmera do celular para o QR Code para ser direcionado para a página do concurso.

O Desafio de Redação também dará R$ 3.000 para a escola com o maior número de concorrentes inscritos.

Promovido pelo Diário e pela USCS, o Desafio de Redação tem patrocínio do Cemitério Parque Vale dos Pinheirais e apoio institucional do Saesa (Sistema de Água, Esgoto e Saneamento Ambiental de São Caetano).