Caminhão auxilia alunos andreenses a ingressar no Desafio de Redação

Santo André foi o destino de ontem do caminhão do Desafio de Redação, que ajuda alunos a ingressar no concurso literário. O veículo, equipado com computador com acesso à internet, estacionou ontem na EE (Escola Estadual) Doutor Celso Gama, na Vila Assunção, e atraiu atenção dos estudantes e de quem passava pelo local.

O caminhão, cedido pela Mercedes-Benz do Brasil, tem como objetivo facilitar o acesso dos alunos ao Desafio de Redação. Os participantes do concurso utilizam a estrutura para enviar seus textos sobre o tema A Ciência Como Luz na Escuridão. O autor da melhor redação entre os estudantes do 3º ano do ensino médio terá direito a uma bolsa de estudos na USCS (Universidade Municipal de São Caetano). Neste ano, moradores da região que tenham ensino superior completo também podem participar. O dono do melhor texto da categoria ganhará bolsa de pós-graduação na USCS. Inscritos nas outras categorias concorrem a notebooks, televisores, tablets e outros prêmios.

De acordo com os organizadores do concurso literário, ideia do caminhão foi levar internet para os estudantes que estavam com dificuldade para preencher o cadastro e a ficha de inscrição. Todos os protocolos sanitários estão sendo cumpridos, com distanciamento físico e uso de álcool gel.

Para a diretora da EE Doutor Celso Gama, Assunta Donadel, a presença do caminhão é muito importante, já que une acessibilidade a inovação, e isso sempre chama atenção dos alunos. “Os estudantes gostam muito quando tem algo novo, é um atrativo. Sempre fui adepta a projetos que ajudem e tirem os alunos da rotina. Também é legal sair do ambiente da sala de aula. E o caminhão é exatamente isso”, comentou.

O prefeito de Santo André, Paulo Serra (PSDB), prestigiou o evento e definiu a carreta como uma “sala de aula itinerante”. Ele destacou a importância da inovação e do estímulo ao aprendizado. “Eu gostaria de parabenizar o Diário por esta iniciativa tão tradicional na nossa região, que é o Desafio de Redação. É muito mais do que um concurso, pois estimula a produção dos alunos e a criatividade. Tudo aquilo que a gente precisa na educação e neste formato itinerante, que foi tão importante nestes dias”, comentou.

Além da premiação, o ambiente diferente do da sala de aula e o fato de o veículo ficar na porta da escola chamou a atenção dos alunos, caso de Kaique Araujo, 15 anos. “Como o caminhão estava na frente, não quis enviar a redação de casa, preferi fazer por aqui mesmo. E tem outra, toda essa estrutura chama a atenção, é interessante fazer o texto em um lugar diferente. E ainda tem a chance de ganhar um notebook, não tem motivo para deixar de fazer”, contou.

Hoje o veículo seguirá para São Bernardo e depois fará a última parada em São Caetano, amanhã – veja na arte os endereços das escolas onde o veículo ficará estacionado. Além do caminhão, os interessados em participar do Desafio de Redação podem se cadastrar gratuitamente até amanhã no hot-site www.dgabc.com.br/desafioderedacao. Além dos prêmios individuais, o Desafio de Redação dará R$ 3.000 para a escola com o maior número de inscritos.
Promovido pelo Diário e pela USCS, o Desafio de Redação tem patrocínio do Cemitério Parque Vale dos Pinheirais e apoio institucional do Saesa (Sistema de Água, Esgoto e Saneamento Ambiental de São Caetano).