12º Desafio premia alunos de 33 escolas do Grande ABC

 
Tradição há 12 anos, o Desafio de Redação do Diário premiou estudantes de 33 escolas do Grande ABC em 2018. Ao todo, 46 alunos levaram para casa itens como notebooks, TVs e bicicletas, além de bolsa de estudos integral para curso superior na USCS (Universidade Municipal de São Caetano), correalizadora do projeto, após entregarem redações memoráveis sobre o tema Uma Atitude Sustentável Pode Mudar o Mundo.
 
O evento de premiação, realizado na quinta-feira no ginásio de esportes da USCS, coroou o concurso literário, que recebeu 96.085 redações produzidas por alunos de 260 escolas neste ano. Dentre elas está o texto campeão, escrito pela estudante do 3º ano do Ensino Médio do colégio Liceu Jardim, em Santo André, Melyssa Gofredo Rocha, 17 anos. A jovem, que é bolsista na unidade escolar, destacou a felicidade de garantir a bolsa de estudos na instituição de Ensino Superior. “O curso que penso em fazer graduação (Relação Internacionais) é caro. Com a bolsa, consigo ficar mais tranquila quanto aos anos de graduação”. (Leia o texto vencedor no D+, em Cultura&Lazer 6).
 
 
Além do prêmio principal, a 12ª edição do Desafio de Redação contemplou também a melhor professora – Francine Rodrigues Sanches, da EE Professora Marlene Camargo Ribeiro, de Mauá –, que levou para casa um tablet. Já a torcida mais animada recebeu R$ 3.000. A vencedora foi a EE Therezinha Sartori, também de Mauá, que conquistou o título pela quarta vez.
 
Em 12 anos de atuação, o Desafio de Redação alcançou quase 1,3 milhão de textos produzidos. “O jornal é um catalizador de informações e de problemas da região. A cada ano, temos diversos alunos debatendo temas de relevância do Grande ABC. Estamos construindo futuros diferentes com ideias de melhorias”, destacou o diretor de redação do Diário, Evaldo Novelini.
 

O Desafio de Redação tem patrocínio do Saesa (Sistema de Água, Esgoto e Saneamento Ambiental de São Caetano) e apoio da rede de academias SmartFit.